15.10.05

Pão de cristo (com fermento natural)

Ingredientes
Fermento
1 vidro de fermento
2 vidros de água filtrada
1 colher (sopa) rasa de sal
4 colheres (sopa) rasas de açúcar
4 colheres (sopa) rasas de trigo

Pão
1 vidro de fermento
3 ovos
1/2 xícara de óleo
1/2 xícara de açúcar
trigo até ficar sovado.

Preparo
Reproduzindo o fermento
Junte todos os ingredientes numa bacia e misture até ficar um líquido uniforme (sem bolinhas de trigo). Cubra a bacia com um pano e deixe fermentar até o dia seguinte. Para saber se o fermento já está pronto, observe se já formou uma 'nata' grossa por cima. Se já estiver com a 'nata' é porque está pronto. Com o auxílio de uma concha, divida o fermento em três vidros (divida a 'nata' igualmente entre os três vidros de fermento) e conserve-os na geladeira.

obs.:
* o vidro que utilizo para o fermento é o de 500g de nescafé.
* para fazer o fermento, você precisa já ter um vidro de fermento (uma muda, como alguns chamam). Nunca tentei, mas acho que se fizer uma solução de água, trigo, sal e açúcar e deixar descansar por um tempo (alguns dias) o resultado será o fermento natural (isto é, a muda).
* não use o último vidro de fermento, pois se usá-lo vc vai ficar sem. Quando utilizar o conteúdo do penúltimo vidro de fermento, pegue o vidro que restou e reproduza-o (assim vc não fica sem na hora de fazer o pão).


Fazendo o pão
Numa bacia coloque o conteúdo de um vidro de fermento, o açúcar, o óleo e os ovos e misture bem. Vá acrescentando trigo até a massa ficar sovada.
Cubra com um pano e deixe descansar por umas cinco horas (em dias quentes, pode deixar por menos tempo). Divida a massa e coloque nas formas para ir ao forno. Acenda o forno para esquentá-lo (cerca de 10 a 15 min).
Coloque o pão no forno e retire-o quando ficar moreninho (entre 45 min e 1 hora).


obs.:
* Essa receita é de família: comia este pão desde criança.
* Ela rende muito: lá em casa etram cinco pessoas a comer esse pão e dava para uns dois ou três dias.
* Eu costumo rechear os pães com brócolis, sobras de frango ou carne ensopada, queijo, etc. O problema é que, quando faço isso, o pão não dura nem um dia. hehehe
* Também gosto de adicionar farinhas integrais à farinha de trigo: centeio, farelo de trigo, gérmen de trigo, aveia, linhaça, etc.
* Minha mãe diz que o Pão de Cristo leva esse nome porque a pessoa que faz tem que ter 'uma paciência de cristo'. Já ouvi dizer que é porque que faz o pão tem que fazer a 'multiplicação do fermento'. Mas isso são só especulações...

-------------
Como não moro mais numa casa com cinco pessoas e meu namorado prefere um pão mais salgado, mudei um pouco a receita do Pão de Cristo (por favor, não me acusem de heresia):
O fermento continua o mesmo.

Os ingredientes do pão da minha receita adaptada são:
1/2 vidro de fermento
2 ovos
1/4 xícara de óleo (ou duas colheres de manteiga)
1 colher (sopa) rasa de açúcar
1 colher (sopa) rasa de sal
trigo até ficar sovado

O procedimento é o mesmo.

34 comentários:

Anelice disse...

Também faço pão com fermento natural. Fica outra coisa, né?!
Continhua com esse blog do jeito que está: ele é ótimo!
Cliquei nos anúncios aí do lado pra ajudar.

Boa sorte na vida :)

rosana disse...

bom estou fazendo o pão se Cristo pela quarta vez, só acertei na primeira,mas vou continuar tentando porque é ótimo!adorei o blog. sucesso!

Andrea disse...

nossa que felicidade de encontrar esse fermento por aqui!faz muito tempo uma amiga me deu o fermento e eu fazia toda semana, ai com o tempo minha familia foi enjoando e acabei jogando fora o meu fermento "muito burra eu" ai minha filha me pediu um dias desses pra eu fazer o pão e ai cade o fermento!? acabei achando de como fazer o fermento, agora não desfaço dele por nada beijosssssss

Anônimo disse...

Ando à procura de como fazer esse fermento. Você me ensinaria?

Anônimo disse...

como fazer o pão de Cristo se ñ tem a muda.?

shirly lima disse...

Ola! descobri este site maravilhoso hoje e tô tão feliz com essas delicias. achei essa receita chamada de pão de cristo, gostaria muito de fazer mais não compreendi muito bem a receita.
tenho dúvidas a respeito desse fermento,esa tal muda é os dois vidros de água filtrada(1000ML)
1 colher (sopa) rasa de sal
4 colheres (sopa) rasas de açúcar
4 colheres (sopa) rasas de trigo ?ou não tem nada haver! me ajude obrigada beijos shirlylima@yahoo.com.br tel: 021 37524577

Walfrida disse...

Aqui está o soro inicial para quem não tem a "muda" do fermento.
Pão Cristo/Soro
4 colheres de sopa de farinha de trigo
4 colheres de sopa de açúcar
1 colher de sopa de sal
3 copos americanos de água

Divida em três partes iguais. Para guardar e compartilhar ...

Espero ter ajudado ....
Beijocas,
Wal

Anônimo disse...

Wal
Amei a sua dica. Quando eu era pequena minha mãe fazia sempre esse pão, porem ela jogou fora o fermento e nunca mais descobrimos como fazê-lo.
Obrigada pela receita
Beijos enormes em voce
Di

ADE disse...

OI ! Achei super legal que vc colocou essa receita de Pão de Cristo , eu já tenho a muda em casa e renovo fazendo sempre esse pão, só que o meu fermento já ganhei a 7 anos atrás, e nunca deixo faltar na minha geladeira,e a maneira de fazer é diferente , pois demora 3 dias p/ ficar pronta , igual na época de Cristo ,taí o porque do nome . Abraços . Ade.

Anônimo disse...

como faço pra não deixar a muda acabar

Big Figa disse...

Desfrutar de receitas é um passo importante para os amantes da cozinha prática.
Já fiz várias fornadas e realmente tenho alcançado sucesso no resultado final. Acredito que o próximo passo será criar novas incrementações, utilizando diversos tipos de recheios ou cereais. Valeu a iniciativa, abraços.

Anônimo disse...

Pessoal, fiz o "soro inicial", com a receita que peguei em um outro site, porém a receita é a mesma. Fiz todas as etapas corretamente, porém o fermento azedou, o pão não cresceu nada e ficou super azedo. Devo persistir e tentar outra vez? O que pode ter acontecido de errado?

viviane disse...

Boa noite amigos,esta semana fiz um curso sobre fermentação natural e areceita é bem simples, porém há de se tomar alguns cuidados básicos para que seu fermento cresça, se desenvolva e não azede, trazendo como resultado final pães lindos, naturais e com aroma e sabor inigualáveis!
Para o fermento precisaremos considerar a temperatura ambiente, a da farinha de trigo e completar com a temperatura da água, o que você conseguirá com o auxílio de um termômetro.
EXemplo: considere como temperatura de base 66º
temperatura ambiente:15º
temperatura da farinha:17º
a temperatura da água deverá ser de 30º,use 200g de farinha de trigo e 200g de água.
Em recipiente limpo e seco misturar a farinha de trigo e a água em temperatura correta até
que a mistura fique homogênea.Cubra o pote com pano de algodão ou com plástico semi-aberto.O fermento deverá ser alimentado todos os dias durante 7 dias com o equivalente à seu peso, como a partir do 3ºdia o fermento começa a ter uma alimentação em grande escala, voce poderá dividi-lo ou descartar uma parte, para que fique com uma alimentação diária de 200g de água/200g de farinha.
Após o 7º dia voce poderá utilizá-lo na seguinte proporção: 40% do peso de farinha de trigo, verificando sempre a temperatura base que a receita pedir.

Iron disse...

aqui, diz para fazer o fermento para o pao de cristo,pede um vidro de fermento,.
eu nao entendir que vidro de fermento é esse, eu quero fazer o fermento, mais nao sei que vidro de fermento é esse que pede aqui na receita para fazer o fermento.
me pode explicar por favor?
muito obrigado pela atençao. a, a outra pergunta é, se u nao tenho para quem da a isca, os paes nao vao multiplicar, estou na espanha, as pessoas qui nap sabe nadado pao de cristo,eles sao de comprar tudo ja pronto.

Anônimo disse...

Oi gente...
alguém pode me ajudar?
gostaria de saber qual a consistência q devo deixar o pão?
Pq se deixo ele mais mole, ele n assa direito e se deixo mais durinho um pouco a massa fica seca.
Obrigada JU

Anônimo disse...

Quando eu era pequena comia muito esse pão. Porém nunca mais consegui a muda. Por favor me explique como posso fazer esse pão, se eu não tenho a muda.
Obrigada.

Biga disse...

Vi a receita do soro (muda) acima, e gostaria de saber se não tem como fazer sem o açucar, já que sou diabética.

Rose disse...

quero receber o fermento do pão de cristo como fazer?

Anônimo disse...

ola, eu fiz esta receita q peguei em um site e deu certinho!


Fermento natural:

Misture 1/2 litro de água
2 colheres (sopa) de farinha de trigo sem fermento
2 colheres (sopa) de açúcar
1 pitada de sal.
Cubra com pano branco e deixe fermentar por dois ou três dias.

espero q ajude vcs
obs depois de fermentado dividir em tres partes e manter refrigerado.

Anônimo disse...

PROCURO A RECEITA DE PÃO DE CRISTO NA VERSÃO INTEGRAL.SEI QUE EXISTE MAS AINDA NÃO CONSSEGUI.

Vania disse...

Nossa esse pão é maravilhoso.... comi a muito tempo mas não entendi muito bem como fazer o fermento natural! =(

JUJU disse...

BOM, ME CHAMO ANGELA, PEGUEI A RECEITA DO FERMENTO NATURAL A MUDA FIZ O PROCESSO TUDO CERTINHO, FIZ O PAO DEIXEI 12 HORAS PRA PODER DOBRAR DE VOLUME, POREM O PAO NAO CRESCEU NEM COLOQUEI PRA ASSAR PRA NAO GASTAR O GAS, QUEM PUDER ME AJUDAR ME MANDE UM EMAIL, DESTE TAL FERMENTO E A RECEITA, DEMIR2VENDAS@HOTMAIL.COM, FICO NO AGUARDO
GRATA ANGELA

Luciana disse...

Estou doida para comer o pão de cristo. Alguém tem a muda? sou de São José dos Campos. Grata

Junior disse...

queria fazer a muda como faço????
me ajude!!!!!

claudia disse...

sempre quis ter essa receita obrigada !vou fazer sera se posso colocar trigo integal pois estou de regime ne....

kellyrozario disse...

ola poderia me ajudar fiz o soro mais a massa não dobrou de volume e meu pão ficou duro segui a receita passo a passo e não deu obrigado

simone disse...

Olá

Realmente eu pesquisei muito para conseguir fazer esta muda sozinha em casa, a primeira que eu fiz não deu certo e eu joguei fora, a segunda está melhorando a casa dia que eu faço o pão. Todos este comentários de como fazer a muda são confusos e não funcionam. Sei que a receita esta neste blog a bastante tempo, mas como acredito que sempre existe uma pessoa interessada eu vou contar como eu fiz.

Eu fiz o meu fermento com uva passa. voce coloca um punhado de uva passa (uma mão cheia), num pode que tenha tampa e meio litro e água mineral. Depois coloque este pote num local escuro por três dias, não mexa e nem abra. Depois destes três dias coe as uvas e reserve o líquido. Numa tigela de vidro ou plástico coloque o líquido e coloque 2 xícaras de farinha de trigo e mexa até incorporar tudo, devolva o mingau formado no pote, não o feche, cubra com um pano limpo de forma que deixe o pote no escurinho, coloque num local da cozinha que ninguém vá mexer e espere até o dia seguinte. No dia seguinte o seu mingau estará diferente, com uma água esquisita na parte de cima, é assim mesmo. Agora vc vai alimentar o seu fermento, coloque mais uma xícara de farinha de trigo no mingau, uma colher de açúcar e se ficar muito consistente coloque mais um pouco de água, sempre mineral. Faça este procedimento por três dias consecutivos, pronto. Está aí sua muda que a partir deste momento também pode ser dividida. Para guardar na geladeira coloque num vidro ou pote de plástico com tampa de preferência que não entre luz no recipiente. Depois destes três dias também coloque uma colher rasa de sopa de sal no fermento, antes de dividi-lo, serve para conservá-lo. Nunca utilize utensílios de metal, nem colheres nem vasilhas para mexer com o fermento, mata os bichinhos. Use colher de pau, plástico ou silicone. Acho que é isso. Depois é só seguir a receita do blog que dará tudo certo.

Anônimo disse...

Simone, fiz sua recita e deu super certo. Depois li em algum site que o fermento feito a partir de uvas passas é o que dá melhor acidez e sabor ao pão. Parabéns e obrigado por compartilhar conosco essa receita.

Angela/Goiânia-GO disse...

Oi Simone tudo bem? obrigada por dividir sua experiência conosco. Estou acompanhando as receitas na net mas não obtive sucesso até agora. Vou fazer sua receita, mas antes quero esclarecer uma dúvida com vc, depois que eu fizer essa primeira etapa do fermento e dividir o fermento em 3 partes, nas quais uma eu vou utilizar, outra doar e outra vou guardar na minha geladeira, eu quero saber como vou dar continuidade nesse fermento. Vc disse para continuar a receita que está no blog. Então retiro da geladeira e recomeço adicionando os ingredientes, aguardando os três dias? como manda a receita? Por favor me esclareça. Meu email é angelalvesdias@hotmail.com. Sou de Goiânia-Go e se alguém daqui ler esse blog e tiver a muda pra me doar eu tbém gostaria que entrasse em contato comigo.
Obrigada!

Cris disse...

Pois ém Simone, tb tenho a mesma dúvida que a colega de Goiania...Como fazer para continuar? Retiramos da geladeira, mas é preciso reproduzir novamente, do contrário vamos ficar sem...O que fazer? Meu e-mail:
cristiane.ddrosa@yahoo.com.br
Um abraço!

Hérica disse...

Olá pessoal, ganhei uma muda do fermento natural e faço pães toda semana, minha cozinha virou meu laboratório de alquimia, a cada dia tento inventar um tipo de recheio diferente, é uma terapia. É mágico produzir nossos próprios alimentos utilizando as nossas mãos, é magico ver o pão crescendo, multiplicando e alimentando tanta gente. O pessoal aqui em casa adora e os vizinhos também.
Adorei a receita da Simone, mas tenho uma dica extra, ao invés de usar passas uso, para nutrir a colônia, batata inglesa. Cultivo a colônia com farinha de trigo, açucar, sal e uma batatinha crua cortada em pedaços. Uso a mesma receita do blog, mas para multiplicar e/ou criar o espírito ou semente do pão, uso a batatinha.
Beijos, Hérica.

branca disse...

Ola, pessoal gostaria de saber fazer esse o pão ele cresce bastante ou nao? ele fica macio? Pois quando eu era criança minha mãe fazia e ficava grande e macio e claro muito gostoso. Agradeço desde ja Obrigada! Aguardo respostas!

Izaque disse...

Minha prima me deu essa receita do pão de Cristo e também me deu a receita, fiz, e não deu outra o povo adorou, a coisa é boa mesmo!!!
Izaque

Keyla Serafim disse...

Oi, em que momento coloca o recheio? pq faço ele normal, agora quero fazer recheado, e colocar gergelim em cima.